fotógrafo Guilherme Malheiro

“Vagas Imagens”

 

No começo de Brasília, quer dizer, não tão no começo: a cidade já pulsava
como quem tem e faz história, Guilherme Malheiro fotografou a cena musical,
teatral, artística da capital. Capital Inicial, Legião Urbana, Finis Africae, Invoquei
o Vocal e tantos outros foram multiplicados e difundidos pelas suas lentes.
Guilherme fotografa apaixonado desde os 15 anos de idade, bem cedo para a
época, quando a cidade era ainda nova. Brasiliense montou, junto com Ricardo
Junqueira, a exposição "Rock Brasiliensis", realizada em 1986 na Galeria
Osvaldo Goeldi e com o maior público já registrado na Funarte em Brasília.
Também participou do 9º Salão Nacional de Artes Plásticas, Centro-Oeste,
com três fotografias da cena musical brasiliense.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Mas foi longe da cidade, mais precisamente a cento e cinquenta quilômetros
de Brasília, em Pirenópolis, no Santuário de Vida Silvestre Fazenda Vagafogo,
que Guilherme se inspirou para compor a exposição “Vagas Imagens” que fica
na galeria Baixo Cobogó de 7 a 18 de maio. Os vinte e quatro cliques, em preto
e branco, que estarão expostos foram capturados ao longo de vinte anos em
uma vegetação única do cerrado com uma vasta e verde mata ciliar primária,
margeadas pelo rio que dá nome ao santuário: Vagafogo. O fotógrafo capturou
os detalhes, instantes e a beleza densa da mata local e na sexta-feira (10),
Malheiros fará uma visita guiada pela exposição às 18 horas.

Sobre o Santuário Vagafogo

O local comprado em 1975 pelo casal Evandro Ayer e Catarina Schiffer foi
transformado pela Funatura – Fundação Pró-Natureza – em uma RPPN-
Reserva Particular do Patrimônio Natural. Atestado pela WWF- Word Wildife
Fund (Fundo Mundial da Natureza), em 19 de março de 1992 , a fazenda foi
aberta para visitação com a ilustre presença do Príncipe Phillip da Inglaterra,
que na época apoiou o projeto através da Embaixada inglesa.

Serviço:
Exposição: “Vagas Imagens”
Galeria Baixo Cobogó
Cobogó Mercado de Objetos
Endereço: SCRN 704/705 Bloco E Lojas 51/56, Asa Norte, Brasília/DF
Atendimento: Segunda a quarta e sexta, das 14h às 20h / Quinta, das 14h às
21h / Sábado, das 14h às 20h

Visita Guiada com o fotógrafo, sexta-feira (10) às 18 horas
Não abre aos domingos
Telefone: (61) 3039-6333