Que tal a gente mudar nossos comportamentos em relação à cidade em que vivemos? Saiba que se você vive nela é porque a considera muito importante, afinal, estamos criando laços afetivos de toda ordem, isto é, familiar, de amizade, cultural, dentre outros.

Não podemos estar fechados às oportunidades porque consideramos que nosso negócio seja o único a querer a se dar bem, não pense assim, afinal, quem pensa assim deixa de ter visão de empreendedor. Empreender é muito mais do que somente vender, pois, precisamos criar relações com nossos clientes e entender que qualquer um deve ser visto com potencial de negócio.

Um bom relacionamento com a comunidade local é o passo mais importante para que o seu negócio vá ao rumo do sucesso, ou seja, você pensa nisso – sucesso, especialmente em cidades menores, onde a opção de serviços e produtos pode ser mais limitada do que nas grandes cidades.

Todos os comerciantes devem incentivar um ao outro, deixando a concorrência de lado e dando preferência exatamente ao empreendedorismo local.

Saber que o comércio da sua cidade pode contratar seus serviços ou frequentar o seu estabelecimento seria um fator decisivo na hora de dar o passo inicial para se tornar um empreendedor. Com um público bem definido e já existente, fica mais fácil arriscar-se, seja lá qual for o tipo de serviço ou de produto que você queira lançar no mercado.

A atitude de trabalhar em prol de fomentar a economia local acaba incentivando muitas pessoas a abrirem seus próprios negócios, tornando-se uma opção muito atrativa para os comerciantes, além do que permiti a esses empreendedores realizarem seus sonhos.

Olhem primeiro para os comerciantes da sua localidade, do seu bairro, da sua região, pois saiba que o pequeno empreendedor precisa de uma chance de crescimento junto ao que estão a sua volta, trabalhando em prol do fortalecimento da economia do lugar e melhorando a visibilidade e a possibilidade de captar recursos e investimentos de empresas maiores, afinal, você quer investimento? Então a sua postura de agir deve ter um conceito mais amplo.

Saiba que o pequeno empreendedor precisa de incentivos de toda ordem, mas o que o faz animado e, sobretudo, impulsionado a continuar, é saber que ele será um sucesso e que dependerá do comportamento nobre dos moradores da sua localidade, dos seus concorrentes e dos seus frequentadores.

Concorrência veio para trazer melhorias do seu produto ou dos seus serviços. Nunca pode se tornar intriga ou deslealdade na forma de agir. Essa atitude atrapalha o processo de desenvolvimento local e desencadeia conflitos prejudiciais a todos aqueles que dependem do comercio.

É necessário pensar que o estímulo a novos empreendimentos pode trazer benefícios futuros para a cidade, atendendo a comunidade como também àqueles que a frequentam, já que não é muito difícil se tornar um empreendedor de sucesso.

Uma das grandes vantagens de se consumir esses serviços ou produtos junto aos comerciantes locais é uma questão essencial dos negócios, ou sejam, logística. Isso trará a redução de custos com deslocamento de cargas, fretes ou com combustíveis — já que tudo estará próximo da sua casa ou do seu negócio, afinal, deve se levado em consideração o trânsito, o tempo e, sobretudo, o dinheiro a ser economizado.