Jardim Botânico…

A OBACH (Orquestra Brasileira de Arte, Cultura e História) encerrará temporada 2018 no domingo 16 de dezembro com concerto especial de Natal. A apresentação acontecerá no Jardim Botânico e será aberta ao público mediante a doação de um quilo de alimento não perecível a ser doado ao Instituto Vida Positiva. No programa, Primavera, de Vivaldi; Canon, de Pachebel; Sinfonia for Strings C-Dur, de Bach; Concerto Grosso for Strings, de Corelli; Aria de Elettra, de Mozart; Total Eclipse e Oratório Samson, de Handel, além de uma série de canções natalinas clássicas e populares.

Fazem parte da orquestra os violinistas Kathia Pinheiro, Clinaura Ramos, Drime Ribeiro, Paulo Cesar Xavier, Victor Bueno e Carlos Eduardo Leandre, a violoncelista Mirella Righini, o baixista Rui Eduardo Xavier. Também participarão da performance o cravista convidado Pedro Cardoso e os solistas Jean Nardoto e Livia Bergo.

Apresentação especial de Natal acontecerá em 16 de dezembro

Acreditamos que através da arte a experiência cognitiva se faz presente, aliviando dessa forma tantas opressões que o dia a dia nos traz. Esse é o objetivo da OBACH: levar harmonia, alegria, entretenimento e com isso fazer com que o público possa sonhar, alimentando a alma e fazendo assim plena conexão“, afirma Káthia Pinheiro, fundadora da OBACH.

SOBRE A OBACH (Orquestra Brasileira de Arte, Cultura e História)

Formada a partir dos músicos integrantes da Toccata Produções e Locações, que tem a violinista Kathia Pinheiro (Kathia foi spalla da OSTCNCS por 22 anos), como fundadora, a OBACH surgiu com a proposta de resgatar a música erudita em sua forma o mais original possível, através da performance histórica. Há tempos que músicos da Toccata manifestavam interesse em se aprofundar na música antiga, então foi organizado uma orquestra de câmara com 14 instrumentistas, inicialmente. “Eu me aposentei em 2016 depois de 36 anos de OSTNCS e, confesso, e fui grande entusiasta da criação da OBACH até para continuar tocando em orquestra, algo que me realiza muito“, declara Kathia, que fundou a orquestra ao lado do maestro e cravista Airan D’Sousa.

Para o repertório dos concertos, a OBACH sempre inclui, ao menos, um dos movimentos das Quatro Estações de Vivaldi, compositor barroco que é uma das principais inspirações da orquestra. “É uma forma de marcar a estação do ano em que estamos. Também buscamos resgatar a sonoridade Barroca, com direito a figurino especial. Nossa proposta é envolver a todos numa aura de encantamento, num convite a uma viagem a outras épocas”, afirma Kathia.

Além de duas temporadas em Brasília, a OBACH se apresentou em Nova York, em dezembro de 2017 em locais como School Auditorium P.S., Our Lady Of Pompeii  Shrine Church e Theatro Dimmena Center. Na ocasião apresentou peças do Padre José Mauricio Nunes Garcia e do compositor João MacDowell, ambos brasileiros.

SERVIÇO:

16 de dezembro às 11 horas

Centro de Visitantes- Jardim Botânico de Brasília

Entrada: 1kg de alimento não perecível