Campeonato Brasileiro
Campeonato Brasileiro

Campeonato Brasileiro  de café aeropress…

A regra é clara: o café mais saboroso vence!
A Cervejaria Criolina, no SOF Sul, sediará o IV Campeonato Brasileiro de Aeropress, um método que permite ao café coado ter características de um espresso, sem perder sua textura mais leve. As inscrições para competidores estão esgotadas, mas, para quem quiser curtir e degustar os cafés, as atividades serão no dia 8 de setembro, a partir das 16h. O ganhador da disputa representará o Brasil no Mundial que será realizado em Sydney, na Austrália!
 
Depois do campeonato, a curtição na Criolina está garantida. A discotecagem ficará por conta dos DJs Mak & Wash do Black Coffee, projeto mensal do Clandestino que embala os tomadores de café com as pick-ups mais cafeinadas da cidade ao som de muito Funk, Soul, Jazz & Hip Hop. Pérolas da música negra, 100% Vinil!
 
Baterias
De três em três competidores, os juízes apontarão para o melhor preparo de café da rodada. Assim, de 27 participantes em nove baterias, vamos direto para três rodadas de semifinais. Então, as três extrações que melhor representarem a bebida e que mostrarem o domínio da técnica se confrontarão, para chegarmos ao grande ganhador. Eystein, o campeão norueguês de 2014, é o organizador/coordenador do evento.
 
SERVIÇO – CAMPEONATO BRASILEIRO DE AEROPRESS
Data: 8 de setembro (sábado)
Horário: 16h
Ingressos: Contribuição Voluntária
Local: Cervejaria Criolina (SOF Sul Quadra 01 Cj. B, Lote 06).
Classificação indicativa: Livre
Lotação da casa: 400
 
FESTA DE ENCERRAMENTO
BLACK COFFEE – DJs Mak & Wash
Data: 08 de setembro (sábado)
Horário: 22h
Ingressos: Contribuição Voluntária
Local: Cervejaria Criolina (SOF Sul Quadra 01 Cj. B, Lote 06).
Classificação Indicativa: 14 anos
Lotação da casa: 400
 
SOBRE O CAMPEONATO
Em 2008, dois apaixonados tiveram uma ideia simples e boa: “Não seria legal se a gente descobrisse quem faz a melhor xícara de AeroPress?”. A primeira edição do W.A.C. aconteceu em Oslo, na Noruega, com apenas 3 competidores e Tim Wendelboe como juiz. A competição cresceu organicamente e acontecem agora 120 eventos oficiais em mais de 60 países, envolvendo mais de 3 mil participantes. No Brasil, a primeira edição aconteceu em 2015, trazida pelo campeão norueguês de 2014, Eystein.