“A primeira vez que vi este slogan “O dia só começa depois de uma café do Sítio” pensei logo, esse é meu mantra rsrs… Pois o café do Sítio faz parte da minha vida há mais de 30 anos, sempre me faz lembrar da minha avó fazendo-o  já bem cedinho…Dá até pra imaginar o cheiro vindo da cozinha de quando eu era criança… Karl Jeanneth @cheiasdesegredos “

  Bebida brasiliense promete fazer sucesso no Norte do país

 

O sabor que os brasilienses amam agora está ultrapassando as fronteiras do Centro-Oeste. O Café do Sítio é novidade na casa dos tocantinenses. A marca criada em Brasília chegou na capital Palmas e em outros municípios do Tocantins, no interior do estado. Ela também está presente em municípios do Goiás (Goiânia e Rio Verde, entre outros) e, claro, em todo o Distrito Federal.

 

 

 

Com a ampliação da oferta, em 2017 o Café do Sítio aumentou o volume de produção em 47,14% e o faturamento em 30%, em relação a 2016. Os dados incluem a produção de café e de outros produtos da empresa, como feijão e flocão de milho. E os planos estão cada vez maiores.

“Como acabamos de entrar em uma nova praça, Palmas e Rio Verde, nossa expectativa de crescimento aumentou. Esperamos crescer 70% em volume de vendas e 40% em faturamento em 2018”, estima o diretor de marketing e vendas, Ricardo Barbosa. “Nós queremos dar orgulho para a cidade, ser uma empresa de Brasília reconhecida em outros lugares do Brasil também”, afirma.

 

 

Para dar conta do recado, a fábrica passa por uma reforma, que deve aumentar a capacidade produtiva em 25%. A empresa está investindo em automação e aumento da quantidade de equipamentos de estocagem e transportadores de café, entre outras ações.

            A história do Café do Sítio acompanha o desenvolvimento da nova capital brasileira. Assim como muitos outros imigrantes, os recém-casados Antônia e Teones Barbosa de Souza saíram do Maranhão para buscar uma nova vida em Brasília, ainda no ano de 1958. Quase dez anos depois, em 1967, eles compraram o Café do Sítio e se empenharam no crescimento da marca.

Hoje a empresa produz entre 40 e 50 toneladas de café por dia e conta com 250 funcionários. Além do café tradicional, a marca também oferece um saboroso cappuccino, uma linha premium de café espresso (presente em mais de 15 estabelecimentos do DF, como restaurantes, confeitarias e bares) e uma linha de alimentos variados (farofa pronta, polvilho doce, farinha de mandioca, entre outros).

Este slideshow necessita de JavaScript.